Home
Online store
Probe configurator
Contacts

Training

Jornadas de segurança em máquinas

Devido ao enquadramento das diretivas europeias e da imensa gama de normas da especialidade, a segurança funcional das máquinas é uma área extremamente dinâmica onde os requisitos e conceitos normativos estão em constante evolução, tornando-se assim necessário acompanhar a evolução legal e tecnológica neste campo.
Para tal, os fabricantes de componentes de segurança têm uma palavra muito importante neste campo, contribuindo no desenvolvimento de normas, dispositivos e sistemas relacionados com a segurança, oferecendo as soluções tecnologicamente mais adequadas.

Local

Aveiro [sede F.Fonseca]

Date

11, 12, 13 e 20 de fevereiro
Adicionar ao calendário 2020-02-11 09:30:00 2020-02-11 18:30:00 Europe/Lisbon Jornadas de segurança em máquinas Devido ao enquadramento das diretivas europeias e da imensa gama de normas da especialidade, a segurança funcional das máquinas é uma área extremamente dinâmica onde os requisitos e conceitos normativos estão em constante evolução, tornando-se assim necessário acompanhar a evolução legal e tecnológica neste campo.
Para tal, os fabricantes de componentes de segurança têm uma palavra muito importante neste campo, contribuindo no desenvolvimento de normas, dispositivos e sistemas relacionados com a segurança, oferecendo as soluções tecnologicamente mais adequadas.
Aveiro [sede F.Fonseca] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2020-02-12 09:30:00 2020-02-12 18:30:00 Europe/Lisbon Jornadas de segurança em máquinas Devido ao enquadramento das diretivas europeias e da imensa gama de normas da especialidade, a segurança funcional das máquinas é uma área extremamente dinâmica onde os requisitos e conceitos normativos estão em constante evolução, tornando-se assim necessário acompanhar a evolução legal e tecnológica neste campo.
Para tal, os fabricantes de componentes de segurança têm uma palavra muito importante neste campo, contribuindo no desenvolvimento de normas, dispositivos e sistemas relacionados com a segurança, oferecendo as soluções tecnologicamente mais adequadas.
Aveiro [sede F.Fonseca] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2020-02-13 09:30:00 2020-02-13 18:30:00 Europe/Lisbon Jornadas de segurança em máquinas Devido ao enquadramento das diretivas europeias e da imensa gama de normas da especialidade, a segurança funcional das máquinas é uma área extremamente dinâmica onde os requisitos e conceitos normativos estão em constante evolução, tornando-se assim necessário acompanhar a evolução legal e tecnológica neste campo.
Para tal, os fabricantes de componentes de segurança têm uma palavra muito importante neste campo, contribuindo no desenvolvimento de normas, dispositivos e sistemas relacionados com a segurança, oferecendo as soluções tecnologicamente mais adequadas.
Aveiro [sede F.Fonseca] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2020-02-20 09:30:00 2020-02-20 18:30:00 Europe/Lisbon Jornadas de segurança em máquinas Devido ao enquadramento das diretivas europeias e da imensa gama de normas da especialidade, a segurança funcional das máquinas é uma área extremamente dinâmica onde os requisitos e conceitos normativos estão em constante evolução, tornando-se assim necessário acompanhar a evolução legal e tecnológica neste campo.
Para tal, os fabricantes de componentes de segurança têm uma palavra muito importante neste campo, contribuindo no desenvolvimento de normas, dispositivos e sistemas relacionados com a segurança, oferecendo as soluções tecnologicamente mais adequadas.
Aveiro [sede F.Fonseca] F.Fonseca geral@ffonseca.com

Investment

595,00 € + IVA [almoço incluído]

Schedule

09h30 - 18h30
Registration
View detail
Formador
As jornadas de segurança promovidas pela F.Fonseca são uma excelente oportunidade para a aquisição de conhecimentos atualizados e partilha de experiências ao mais alto nível, oferecendo a cada participante uma visão clara das suas obrigações legais, desde a fase embrionária do projeto até à colocação em serviço.
A melhor forma de integrar os dispositivos de proteção, recomendações na adequação dos equipamentos de trabalho e a aceitação de máquinas ou linhas complexas integram também o programa destas jornadas.
 

Objetivos
No final desta ação os formandos deverão ser capazes de:
  • Conhecer as obrigações legais e a forma de as cumprir;
  • Saber como cumprir os requisitos para fazer a marcação CE em máquinas e adequar os equipamentos de trabalho de acordo com a estrutura normativa europeia e alguns dos seus mais importantes referenciais;
  • Conhecer a metodologia para avaliação de risco com vista à sua adequada redução;
  • Identificar as tecnologias e dispositivos de proteção disponíveis, selecionando-os e posicionando-os adequadamente de forma a construir máquinas mais seguras e fiáveis.


Destinatários
A partir de um vasto programa de conteúdos e metodologias práticas, conseguimos dar resposta à maior parte das necessidades relacionadas com a segurança de máquinas.
Este programa é dirigido a projetistas, construtores, desenhadores e integradores desde uma simples máquina até uma linha de produção complexa. Interessa também a responsáveis pela aplicação das diretivas comunitárias relacionadas com máquinas e instalações industriais, departamentos técnicos, manutenção, peritos de seguros, prevenção e aceitação de máquinas, permitindo a estes últimos economizar tempo e dinheiro em eventuais soluções não conformes e incompletas.
 

Conteúdos programáticos:
1. Legislação europeia e nacional:
     1.1. Diretiva Máquinas 2006/42;
     1.2. Dossier técnico de fabrico, manual de instruções, declaração de conformidade e de incorporação, marcação CE e evidências documentais;
     1.3. Sistema de normalização;
     1.4. Equipamentos de trabalho, abordagem ao Decreto-lei n.º 50/2005.
2. Princípios gerais de conceção segura e aspetos a considerar em projecto, introdução à norma NP EN 12100:2010):
     2.1. Metodologia de identificação e estratégia para a avaliação e redução de riscos;
     2.2. Princípios de integração de segurança;
     2.3. Medidas técnicas para a separação das pessoas dos perigos;
     2.4. Uso previsto e o mau uso razoavelmente previsível;
     2.5. Abordagem e exemplos de alguns tipos de ferramentas;
     2.6. Breve abordagem aos relatórios técnicos ISO 22100;
     2.7. Introdução dos aspectos relacionados com as tecnologias de informação (cibersegurança).
3. Fiabilidade dos sistemas de comando relacionados com a segurança:
     3.1. Diferenças entre as normas harmonizadas IEC 62061 e EN ISO 13849;
     3.2. Introdução à segurança funcional e funções de segurança (EN ISO 13849-1:2008);
     3.3. Partes do sistema de comando relacionadas com a segurança e princípios gerais de conceção relativas às funções de controlo de segurança das máquinas;
     3.4. Nível de desempenho / fiabilidade (PL), estrutura (categorias), fiabilidade (MTTFD), grau da cobertura de diagnóstico (DC), resistência às falhas de causa comum (CCF) processo, validação e documentação técnica.
4. Introdução ao software relacionado com a segurança:
     4.1. Diferenças entre SRASW/SRESW e HW;
     4.2. Linguagens de programação dos controladores de lógica programável, exemplos conforme a norma IEC 61131-3;
     4.3. Requisitos para o design de software relacionado com a segurança conforme a EN ISO 13849-1.
5. Dispositivos de comando bimanual (EN 574);
6. Paragem de emergência e seus campos de influência (EN 13850 / EN 11161);
7. Protectores (abordagem às normas EN ISO14120 e EN 13857):
     7.1. Principais requisitos e algumas considerações adicionais para a conceção e construção;
     7.2. Seleção dos protetores;
     7.3. Dimensionamento (abordagem à norma EN ISO 13857);
     7.4. Introdução à norma EN349;
     7.5. Combinação de medidas técnicas de proteção.
8. Dispositivos de encravamento, com e sem bloqueio:
     8.1. Introdução à norma EN ISO EN14119;
     8.2. Dispositivos de encravamento e seu estado de arte;
     8.3. Dispositivos de encravamento com bloqueio, tipos e tecnologias;
     8.4. Manipulação dos meios de protecção de máquinas.
9. Dispositivos de proteção optoelectrónicos activos, suas tecnologias, variantes e posicionamento em relação às velocidades de aproximação das partes do corpo humano (introdução à norma EN ISO 13855:2010):
     9.1. Conceitos, princípios de funcionamento, características e o estado da arte disponível;
     9.2. Seleção e integração dos dispositivos optoelectrónicos para a segurança de feixes únicos, barreiras e scanners bidimensionais;
     9.3. Apresentação do primeiro scanner laser bidimensional para aplicações de segurança em outdoor“ estado da arte e suas aplicações;
     9.4. Tempos de paragem, velocidade de aproximação e distâncias mínimas de segurança (exemplos);
     9.5. Funções especiais, tipos de rearme, muting, blanking fixo, blanking flutuante, resolução reduzida, PSDI (intrusão simples ou dupla);
     9.6. Instalação, alinhamento e verificação periódica.
10. Componente prática:
     10.1. Dimensionamento de protectores fixos e suas possíveis aberturas (distâncias de segurança);
     10.2. Cálculo das distâncias mínimas a considerar na instalação dos dispositivos optoelectrónicos de feixes únicos, barreiras e scanners bidimensionais.


Certificação
No final da formação será emitido um certificado de formação profissional pela F.Fonseca.


Formador

Hernâni Rodrigues

  • 0
  • 1
We use our own and third-party cookies to offer you a better experience and service. To know which cookies we use and how to disable them, read the cookies policy.
By ignoring or closing this message, and unless you have disabled cookies, you agree to its use on this device.