Home
Loja online
Configurador Sondas
Contactos

Formação Profissional

Introdução à soldadura: SER

Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!

Local

Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM]

Data

19 e 26 de fevereiro e 5, 12, 19 e 26 de março
Adicionar ao calendário 2021-02-19 09:30:00 2021-02-19 18:30:00 Europe/Lisbon Introdução à soldadura: SER Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!
Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2021-02-26 09:30:00 2021-02-26 18:30:00 Europe/Lisbon Introdução à soldadura: SER Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!
Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2021-03-05 09:30:00 2021-03-05 18:30:00 Europe/Lisbon Introdução à soldadura: SER Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!
Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2021-03-12 09:30:00 2021-03-12 18:30:00 Europe/Lisbon Introdução à soldadura: SER Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!
Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2021-03-19 09:30:00 2021-03-19 18:30:00 Europe/Lisbon Introdução à soldadura: SER Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!
Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM] F.Fonseca geral@ffonseca.com
2021-03-26 09:30:00 2021-03-26 18:30:00 Europe/Lisbon Introdução à soldadura: SER Apesar de ser um método de soldadura manual, a Soldadura SER (Soldadura por Elétrodo Revestido) é das mais utilizadas por apresentar algumas características vantajosas, nomeadamente a economia, a versatilidade e a portabilidade.
Faz parte de ser um bom soldador o conhecimento de diversas técnicas e, por ser manual, esta ajudará ainda a que desenvolva a sua destreza e aperfeiçoe a sua habilidade. Se ainda não sabe aplicar este método, esta formação será indiscutivelmente importante para si!
Oliveira de Azeméis [Núcleo CENFIM] F.Fonseca geral@ffonseca.com

Investimento

475,00 € + IVA [almoço incluído]

Horário

09h30 - 18h30
Inscrição
Ver Detalhe
Formador
Objetivos
No final desta ação os formandos deverão ser capazes de:
  • Identificar e caracterizar, os equipamentos utilizados e a sua constituição no processo de Soldadura SER.
  • Identificar e caracterizar os principais parâmetros de soldadura e sua influência.
  • Identificar e caracterizar os consumíveis utilizados.
  • Identificar e caracterizar os procedimentos de soldadura com base nos requisitos de qualidade e cuidados de saúde, higiene e segurança.
  • Proceder à soldadura SER, processo 111 de forma a garantir as soldaduras topo a topo de chapa nas posições PA e PF de um ou dos dois lados sem junta de suporte e de acordo com as especificações, normas e diretivas EWF/IIW aplicáveis.
 

Destinatários
A formação destina-se a soldadores, técnicos de manutenção industrial, operadores de produção e a todos que executam e/ou venham a executar soldadura SER.
 

Conteúdos programáticos
1. Procedimentos de soldadura SER – topo a topo em chapa PA e PF;
2. Técnicas e variáveis de soldadura;
3. Fonte de potência – regulação e controlo;
4. Consumíveis de soldadura utilizados;
5. Demonstração e prática de execução de soldaduras topo a topo de chapas nas posições PA e PF com as técnicas de mono passe e multipasse;
6. Soldadura topo a topo, com t>3 na posição PA, bs sem descarnagem;
7. Soldadura topo a topo, com t>8 na posição PF, bs com descarnagem;
8. Soldadura topo a topo, com t>3 na posição PA, ss nb;
9. Soldadura topo a topo, com t>3 na posição PF, ss nb;
10. Controlo visual das peças soldadas;
11. Normas e diretivas aplicáveis.


Certificação
No final da formação será emitido um certificado de formação profissional pelo CENFIM.

Formador

CENFIM

  • 0
  • 1
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies.
Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.