Formação Profissional

Segurança em robótica clássica e colaborativa

A colaboração homem-robô (CHR) surge da necessidade de homens e máquinas automatizadas partilharem simultaneamente um mesmo espaço. Impulsionado pela Indústria 4.0, este modelo de colaboração promete processos de trabalho com um elevado grau de flexibilidade, máxima disponibilidade e produtividade da instalação, assim como elevada eficiência económica. Para este novo desafio é necessário utilizar a melhor tecnologia de segurança em cada aplicação de modo a garantir uma colaboração homem-robô sem problemas.

Duração

16 horas

Data

20 e 21 de dezembro

Local

Aveiro - sede F.Fonseca

Horário

09h30 - 18h30

Guardar

Adicionar ao calendário 2022-12-20 09:30:00 2022-12-20 18:30:00 Europe/Lisbon Segurança em robótica clássica e colaborativa A colaboração homem-robô (CHR) surge da necessidade de homens e máquinas automatizadas partilharem simultaneamente um mesmo espaço. Impulsionado pela Indústria 4.0, este modelo de colaboração promete processos de trabalho com um elevado grau de flexibilidade, máxima disponibilidade e produtividade da instalação, assim como elevada eficiência económica. Para este novo desafio é necessário utilizar a melhor tecnologia de segurança em cada aplicação de modo a garantir uma colaboração homem-robô sem problemas. Aveiro - sede F.Fonseca F.Fonseca geral@ffonseca.com 2022-12-21 09:30:00 2022-12-21 18:30:00 Europe/Lisbon Segurança em robótica clássica e colaborativa A colaboração homem-robô (CHR) surge da necessidade de homens e máquinas automatizadas partilharem simultaneamente um mesmo espaço. Impulsionado pela Indústria 4.0, este modelo de colaboração promete processos de trabalho com um elevado grau de flexibilidade, máxima disponibilidade e produtividade da instalação, assim como elevada eficiência económica. Para este novo desafio é necessário utilizar a melhor tecnologia de segurança em cada aplicação de modo a garantir uma colaboração homem-robô sem problemas. Aveiro - sede F.Fonseca F.Fonseca geral@ffonseca.com

Investimento

295,00 € + IVA (almoço incluído)
Inscrição
Ver Detalhe
Formador
Pedir proposta
Objetivos
No final desta ação os formandos deverão:
  • Reconhecer uma série de conceitos e definições sobre robôs e segurança;
  • Identificar os diferentes tipos de riscos e zonas perigosas decorrentes do uso de robôs;
  • Conhecer os requisitos e / ou medidas de segurança aplicáveis à instalação e uso de robôs.
 

Destinatários
A formação destina-se a técnicos e responsáveis pelos departamentos de manutenção / conservação, técnicos de higiene e segurança, construtores de máquinas, técnicos e empresas de adequação de máquinas e responsáveis pela aceitação de máquinas.
 
Conteúdos programáticos
1. Identificação de riscos;
2. Requisitos de segurança previstos na norma de referência:
     2.1. EN ISO 10218-2:2011 - Robôs e dispositivos robóticos;
3. Robôs colaborativos;
4. Medidas de segurança;
5. Introdução ao Decreto-Lei n.º 103/2008 (Diretiva Máquinas nº 2006/42/CE); Conceitos e requisitos legais para a colocação no mercado de um Robô e da solução robótica colaborativa;
6. Introdução ao processo de análise de riscos, conceitos gerais da norma EN ISO 12100 e considerações particulares aplicáveis às tarefas colaborativas;
7. Breve abordagem à norma EN ISO 13849-1 - Partes dos sistemas de comando relativos à segurança (1ª parte princípios gerais para desenho);
8. Introdução à utilização dos dispositivos optoelectrónicos como medida ativa na redução dos riscos;
9. Introdução à norma EN ISO 10218:2011 (parte 1 e 2);
10. Abordagem à nova especificação Técnica ISO 15066:2016 e à conclusão dos primeiros estudos científicos elaborados nesta matéria.


Certificação
No final da formação será emitido um certificado de formação profissional.
 
Formador
Hernâni Rodrigues
  • 0
  • 1