Home
Loja online
Configurador Sondas
Contactos
28 Julho 2020

O que precisa saber sobre os perigos do gás na indústria do papel e da pasta de papel

O que precisa saber sobre os perigos do gás na indústria do papel e da pasta de papel
 

A maioria de nós escreve no papel há mais tempo do que se lembra. Todos os dias usamos todo o tipo de produtos de papel. Caixas de cereais, toalhas de papel, papel higiénico, revistas, embalagens de fast food, sacos de papel, papel de impressão, papel de parede – a lista de produtos de papel que encontramos no dia-a-dia é interminável.
 
Muitos de nós nunca pensámos no processo que transforma as árvores nestes produtos de papel e, consequentemente, também não refletimos sobre os perigos do processo de fabricação dos quais fazem parte!
 
A realidade é que as mesmas indústrias de papel que produzem produtos domésticos inofensivos apresentam sérios perigos no processo de fabrico. Alguns desses perigos de gás incluem:
 
Sulfureto de Hidrogénio (H2S)
Monóxido de Carbono (CO)
Cloro (Cl)
Dióxido de Cloro (ClO2)
Dióxido de Enxofre (SO2)
 
O processo de fabrico do papel começa quando a madeira é descascada e moída em aparas. Essas aparas de madeira são processadas com vapor, pressão e químicos em digestores. À medida que a madeira é processada, a pasta é separada – é nesta fase que poderá estar exposto ao gás sulfureto de hidrogénio.
 
Assim que a pasta é separada, pode passar por vários processos de branqueamento onde o cloro e o dióxido de cloro transformam a pasta castanha original na tonalidade branca e brilhante em que geralmente pensamos quando imaginamos o papel. Para remover o excesso de cloro do processo de branqueamento, é usado dióxido de enxofre para lavar a pasta e manter a cor do papel depois do branqueamento.
 
Sulfureto de hidrogénio, dióxido de enxofre, cloro e dióxido de cloro podem ser extremamente perigosos, até mesmo em concentrações relativamente baixas. Como em muitos outros processos industriais, o fabrico de papel também necessita de caldeiras que fornecem energia à operação – e sempre que existe combustão, poderá estar exposto ao gás monóxido de carbono.
 
Os Melhores Programas de Monitorização para a Indústria do Papel e da Pasta de Papel
Então como podemos tornar o processo de fabrico de papel mais seguro? Usar detetores multigás pessoais, detetores de área, e tecnologia de monitorização em tempo real é uma ótimo ponto de partida.
 
‘Guia do Comprador para a Deteção de Gás’
Aprenda a escolher os detetores de gás corretos para proteger os seus trabalhadores e zonas de trabalho.
 
Download e-book
 
Ter um detetor multigás portátil, configurado com sensores para os gases perigosos que pode encontrar, garante que tem conhecimento desses gases perigosos em qualquer local da instalação. Um equipamento que consegue medir até 6 gases, como o MX6 iBrid®, pode ser configurado para monitorizar oxigénio, gases combustíveis, monóxido de carbono, sulfureto de hidrogénio, cloro e dióxido de cloro. Ao monitorizar estes gases em comum num único equipamento, você ganha uma visibilidade do espectro total de perigos numa indústria como a de papel e pasta de papel, reduzindo drasticamente a probabilidade de sofrer danos por níveis perigosos desses gases. Se você passa frequentemente por áreas diferentes da instalação, facilmente conseguirá transitar transformar o detetor de monitorização pessoal para amostragem remota com uma bomba. Nunca mais será necessário parar para pegar em recolher equipamentos adicionais ao entrar em departamentos diferentes da fábrica.
 
Enquanto o MX6 iBrid aborda a segurança mostrando seis leituras de gases em simultâneo, o Ventis® Pro5 melhora a sua segurança monitorizando níveis de gás e conectando-o a outras pessoas. O Ventis Pro5 pode monitorizar até 5 gases, incluindo oxigénio, gases combustíveis, monóxido de carbono, sulfureto de hidrogénio e sensores de cloro num detetor de gás pessoal ou com bomba. O detetor multigás pode transmitir sem fios as suas medições de gás, alarmes de “man-down” e até alarmes de pânico para outros dispositivos sem fio dentro da sua área, para que os seus colegas possam sempre saber quando precisa de ajuda.
 
Os alarmes do Ventis Pro5 podem até ser partilhados com os detetores de área Radius® BZ1 (e vice-versa) para fornecer um sistema de notificação completo na fábrica. Os detetores de área Radius BZ1 podem ser posicionados como monitores de linha de vedação ou colocados pelas áreas de processo para monitorizar gases, especialmente durante períodos de paragem quando manutenções significativas estão a ser realizadas. Quando combinado com o software SAFER One Dynamic Plume Modeling você pode rapidamente e facilmente localizar fugas e emissões e modelar o seu futuro caminho de passagem.
 
Adicionalmente, o Ventis Pro5 e o Radius BZ1 podem ambos ser emparelhados com o software live monitoring (via através de uma bateria Wi-Fi ou a Gateway RGX™ Gateway) para enviar as leituras de gás em tempo real, informação de alarmes, e localização aos supervisores ou equipa de resposta por toda a fábrica. Estes contactos podem configurar alertas instantâneos para serem notificados sempre que alguém na fábrica precisa de assistência urgente, melhorando drasticamente o tempo de resposta quando segundos fazem a diferença entre a tragédia e mais um simples dia de trabalho.
 
Apesar dos vários perigos de gás inerentes à indústria do papel e da pasta de papel, as fábricas de papel atuais têm opções para ajudar a protegê-lo a si e aos outros trabalhadores. O hardware e software de deteção de gás pode não só detetar perigos, como também enviar essa informação rapidamente, para que as pessoas adequadas possam tomar ações.
 
Temos a tecnologia para fornecer um ambiente de trabalho mais seguro para os nossos trabalhadores de papel e da pasta de papel – é tempo de usá-la.
 
  • 0
  • 1
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies.
Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.