Home
Loja online
Configurador Sondas
Contactos

Processo, Instrumentação & Ambiente

Sensor de temperatura com IO-Link dTRANS T1000 - Jumo

O sensor de temperatura é usado para medição e monitorização de temperatura. O efeito da temperatura numa sonda de temperatura RTD de resistência gera um sinal, que é amplificado, digitalizado e processado. O sensor de temperatura está equipado com uma interface IO-Link de acordo com a especificação 1.1. A IO-Link suporta comunicação bidirecional e é usada para trocar dados do processo, parâmetros, informações de diagnóstico e mensagens de status.
mais detalhes
Pedir proposta
Os dois LEDs verdes ficam permanentemente ligados assim que a energia é fornecida ao dispositivo. Assim que uma ligação IO-Link é estabelecida, os LEDs piscam. O comportamento de comutação e os limites de comutação das saídas de comutação (máx. 2 peças; comutação p ou n) podem ser configurados individualmente, assim como muitos outros parâmetros. Qualquer mestre IO-Link pode ser usado para a configuração. O sensor de temperatura é, portanto, adequado para uso em instalações e engenharia mecânica, em conexões com sistemas de automação. Muitas conexões de processo estão disponíveis para o utilizador.

Características
  • Pequeno, compacto, robusto;
  • Aço inoxidável, completamente soldado;
  • Várias conexões de processo;
  • Conexões higiénicas;
  • Arranque simples;
  • Fácil substituição do sensor;
  • Precisão comprovada;
  • Conexão via mestre IO-Link;
  • Display LED de status;
  • Também disponível como um sensor de pressão com IO-Link.
 
Vantagens
IO-Link
  • Conexão ponto a ponto a vários fornecedores;
  • Padrão aberto com transparência máxima para o nível de campo (IEC 61131-9);
  • Cabo de conexão pré-fabricado e barato (sem erros de fiação);
  • Fiação e arranque simples e uniformes graças à interface padronizada.
 
Indústria 4.0: comunicação abrangente do controle para os sensores
  • Recuperação de dados de processo e informações de diagnóstico;
  • Alterações de parâmetros dinâmicas.
 
Mais segurança durante a substituição do sensor
  • Parametrização automática possível;
  • A substituição por sensores do mesmo tipo, mas com propriedades diferentes, pode ser detetada;
  • Otimização do processo de produção por meio da comunicação até o nível de campo mais baixo;
  • Redução dos tempos de montagem e arranque;
  • Redução dos custos de manutenção e serviço com aumento em simultâneo da disponibilidade na unidade.
 
Indústrias
  • Automação do processo;
  • Engenharia mecânica geral e de equipamentos;
  • Máquinas para a indústria de alimentos e bebidas.

A F.Fonseca é a representante da Jumo em Portugal.
  • 0
  • 1
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para lhe oferecer uma melhor experiência e serviço. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies.
Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.