Fotocélulas de segurança

Fotocélula de segurança cilíndrica L21 - Sick

As fotocélulas de segurança mono-feixe da Sick oferecem a máxima performance. Compreendem emissores com autoteste ou sensores com teste externo combinados com uma unidade externa de controlo. Os alcances de funcionamento são elevados e existem sensores com dimensões e tipos diferentes. Estes equipamentos estão certificados com o Tipo 2 ou 4 de acordo com a EN61496, e PL c ou PL e de acordo com a EN ISO 13849. As aplicações para as L21 incluem robôts, máquinas de processamento, centros de maquinação, paletização, armazéns e linhas de transferência.

 

Fotocélula de segurança cilíndrica L41 - Sick

As fotocélulas de segurança mono-feixe da Sick oferecem a máxima performance. Compreendem emissores com autoteste ou sensores com teste externo combinados com uma unidade externa de controlo. Os alcances de funcionamento são elevados e existem sensores com dimensões e tipos diferentes. Estes equipamentos estão certificados com o Tipo 2 ou 4 de acordo com a EN 61496 e PL c ou PL e de acordo com a EN ISO 13849. As aplicações para as L41 incluem robôts, máquinas de processamento, centros de maquinação, paletização, armazéns e linhas de transferência.
 
A fotocélula de segurança cilíndrica L41 da Sick consiste num emissor e num recetor.

Fotocélula de segurança quadrada L25 - SICK

A família de produto L25 da SICK representa uma nova geração de fotocélulas de segurança mono-feixe para aplicações do tipo 2 que quando combinados com uma unidade externa de teste facilitam as operações e tornam os processos mais seguros e eficientes.
 
Graças ao inovador conceito de funcionamento BluePilot, com LED de feedback, o alinhamento do emissor e do recetor é mais fácil do que nunca. As funções de diagnóstico Smart Sensor permitem saber sempre qual o estado de cada um dos sensores, criando, assim, as bases para uma comunicação eficiente. Graças ao corpo de elevada robustez em VISTAL® e à manutenção preditiva, as fotocélulas de segurança L25 são extremamente fiáveis e evitam tempos de inatividade da máquina imprevistos.
 

Fotocélula de segurança quadrada L26 - SICK

A família de produtos L26 da SICK representa uma nova geração de fotocélulas de segurança mono-feixe para aplicações do tipo 2 que quando combinados com uma unidade externa de teste facilitam as operações e tornam os processos mais seguros e eficientes.
 
Graças ao inovador conceito de funcionamento BluePilot, com LED de feedback, o alinhamento do emissor e do recetor é mais fácil do que nunca. As funções de diagnóstico Smart Sensor permitem saber sempre qual o estado de cada um dos sensores, criando, assim, as bases para uma comunicação eficiente. Graças ao corpo de elevada robustez em VISTAL® e à manutenção preditiva, as fotocélulas de segurança L26 são extremamente fiáveis e evitam tempos de inatividade da máquina imprevistos.
 

Fotocélula de segurança quadrada L27 - Sick

As fotocélulas de segurança mono-feixe da Sick oferecem a máxima performance. Compreendem emissores com autoteste ou sensores com teste externo combinados com uma unidade externa de controlo. Os alcances de funcionamento são elevados e existem sensores com dimensões e tipos diferentes. Estes equipamentos estão certificados com o Tipo 2 ou 4 de acordo com a EN61496, e PL c ou PL e de acordo com a EN ISO 13849. As aplicações habituais incluem proteção de robôts, máquinas de processamento, centros de maquinação, paletização, armazéns e linhas de transferência.

 

Fotocélula de segurança quadrada L28 - Sick

As fotocélulas de segurança mono-feixe da Sick oferecem a máxima performance. Compreendem emissores com autoteste ou sensores com teste externo combinados com uma unidade externa de controlo. Os alcances de funcionamento são elevados e existem sensores com dimensões e tipos diferentes. Estes equipamentos estão certificados com o Tipo 2 ou 4 de acordo com a EN61496, e PL c ou PL e de acordo com a EN ISO 13849. As aplicações habituais incluem proteção de robôts, máquinas de processamento, centros de maquinação, paletização, armazéns e linhas de transferência.
 
A fotocélula de segurança quadrada L28 da Sick consiste num emissor e num recetor. A entrada de teste do emissor permite efetuar um teste funcional. Assim, é possível, utilizando um controlador de segurança, obter um performance Level PL c de acordo com a EN ISO 13849 ou Tipo 2 de acordo com o IEC 61496.

Fotocélula de segurança quadrada L29 - Sick

As fotocélulas de segurança mono-feixe da Sick oferecem a máxima performance. Compreendem emissores com autoteste ou sensores com teste externo combinados com uma unidade externa de controlo. Os alcances de funcionamento são elevados e existem sensores com dimensões e tipos diferentes. Estes equipamentos estão certificados com o Tipo 2 ou 4 de acordo com a EN61496, e PL c ou PL e de acordo com a EN ISO 13849. As aplicações habituais incluem proteção de robôts, máquinas de processamento, centros de maquinação, paletização, armazéns e linhas de transferência.
 
A fotocélula de segurança quadrada L29 da Sick consiste num emissor e num recetor. A entrada de teste do emissor permite efetuar um teste funcional. Assim, é possível, utilizando um controlador de segurança, obter um performance Level PL c de acordo com a EN ISO 13849 ou Tipo 2 de acordo com o IEC 61496.
 

Fotocélulas de segurança quadradas – SICK

As fotocélulas de segurança mono-feixe da SICK consistem em conjuntos de emissores e receptores testáveis, ou emissores e receptores testáveis combinados com uma unidade de avaliação. 
Estes dispositivos impressionam quer pela sua gama de alcances quer pela variedade de tamanhos e formas disponíveis. 

As fotocélulas de segurança quadradas são usadas para protecção de acessos de áreas perigosas em máquinas ou fábricas. Estes dispositivos são montados de forma permanente na área de acesso à distância de segurança necessária. Quando interrompidas, enviam um sinal seguro que garante a paragem da máquina ou parte dela de forma segura.
  • 0
  • 1